quinta-feira, 1 de março de 2012

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO-SOP (SÍNDROME DE OVÁRIO MICROPOLICÍSTICO-SOMP): A SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO-SOP (SÍNDROME DE OVÁRIO MICROPOLICÍSTICO-SOMP) TAMBÉM É UMA DESORGANIZAÇÃO HORMONAL

COM HIPERANDROGENISMO (EXCESSO DE PRODUÇÃO DOS ANDRÓGENOS), ASSOCIADO COM ANOVULAÇÃO (FALTA DE OVULAÇÃO) CRÔNICA.ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO.

A síndrome de ovário policístico-SOP (síndrome de ovário micropolicístico-SOMP) é uma desorganização hormonal com hiperandrogenismo (excesso de produção dos andrógenos, que também são precursores de todos os estrógenos, os hormônios sexuais femininos. O primeiro e mais bem conhecido andrógeno é a testosterona, que na mulher é responsável pela libido) associado com anovulação (falta de ovulação) crônica, dando o formato característico dos ovários policísticos. A síndrome de ovário policístico-SOP (síndrome de ovário micropolicístico-SOMP) é com frequência associada com problemas psicológicos, incluindo depressão e outros transtornos do humor e distúrbios metabólicos, tais como, principalmente a resistência à insulina e compensatórios hiperinsulinemia (aumento da insulina no sangue), que é reconhecido como um dos principais fatores responsáveis ​​pela produção de androgênio e metabolismo alterado. A maioria das mulheres com síndrome de ovário policístico SOP (síndrome de ovário policístico ou micropolicístico) também com certa frequência apresentam sobrepeso ou obesidade, aumentando ainda mais a secreção de andrógenos, prejudicando o metabolismo e as funções reprodutivas e, possivelmente, favorecendo o desenvolvimento do fenótipo (características físicas – pele e cabelos oleosos, cabelos ralos, acne, cravos, sobrepeso ou obesidade, excesso de pêlos, etc) da síndrome. A definição da síndrome de ovário policístico-SOP (síndrome de ovário micropolicístico-SOMP) levou a um aumento impressionante de interesse científico desse transtorno, que devem ser mais direcionados para melhorar as abordagens clínicas individualizadas, e conseqüentemente, as estratégias terapêuticas. 

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr 
Endocrinologia – Neuroendocrinologia 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologia – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1. A síndrome de ovário policístico-SOP (síndrome de ovário micropolicístico-SOMP) é uma desorganização hormonal com hiperandrogenismo...
http://pesocontrolado.blogspot.com 

2. A síndrome de ovário policístico-SOP é com frequência associada com problemas psicológicos, incluindo depressão e outros transtornos do humor e distúrbios metabólicos...
http://endocrinologiaclinica.blogspot.com/ 

3. A definição da síndrome de ovário policístico-SOP (síndrome de ovário micropolicístico-SOMP) levou a um aumento impressionante de interesse científico desse transtorno...
http://metabolismocontrolado.blogspot.com


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. 

Referências Bibliográficas:
Renato Pasquali; Elisabet Stener Victorin; Bulent Yildiz O.; Antoni J. Duleba; Hoeger Kathleen; Mason Helen; Homburg Roy; Hickey Theresa; Steve Franks; Juha S. Tapanainen; Adam Balen, David H. Abbott; Evanthia Diamanti-Kandarakis ; Richard S. Legro 
Publicado em: 2011/03/29; Clin Endocrinol. 2011, 74 (4) :424-433. 

Contato:
Fones: 55 (11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55 (11) 7717-1257
ID:111*101625 
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails:drcaio@vanderhaagenbrasil.com 
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com 
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com 

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/ 

Site Van Der Häägen Brazil 
http://www.vanderhaagenbrazil.com.br/
http://www.clinicavanderhaagen.com.br/

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

O OVÁRIO, ÓRGÃO REPRODUTOR DA MULHER, É UM CORPO MUITO SENSÍVEL, DELICADO, QUE MESMO COM TODAS AS CARACTERÍSTICAS DE DEFESA FEMININA REGIONAL, SUA COMPLEXIDADE É DE UM RELÓGIO SUIÇO,RISCOS DE OVÁRIOS POLICÍSTICOS - Dr. João Santos Caio Jr. et Dra. Henriqueta V. Caio

POIS APRESENTA UMA SÉRIE DE FUNÇÕES IMPORTANTES, EXATAS, PRECISAS QUE DEVE SER LEVADO A SÉRIO, POIS PRODUÇÕES INCORRETAS DE SUAS FUNÇÕES  DIFICULTARÁ A PERPETUAÇÃO DO DNA DA MULHER.A SÍNDROME DE OVÁRIOS MICROPOLICÍSTICOS APRESENTA VÁRIAS CARACTERÍSTICAS E DENTRE ELAS TEMOS, DISFUNÇÃO MENSTRUAL, ANOVULAÇÃO, SINAIS DE HIPERANDROGENISMO – EXCESSO DE HORMÔNIOS MASCULINIZANTES QUE PODEM LEVAR À AMENORRÉIA (FALTA DE MENSTRUAÇÃO), PELE E CABELOS OLEOSOS, QUEDA ACENTUADA DOS CABELOS, EXCESSO DE PÊLOS NO CORPO INCLUSIVE NO ROSTO E OUTRAS ALTERAÇÕES. ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO  
Quando na faixa etária adequada começa a produzir hormônios reprodutivos adequados, ou desequilibra seu “giroscópio” hormonal e metabólico”, os resultados podem ser graves e irreversíveis. As principais características da síndrome de ovários micropolicísticos incluem disfunção menstrual, anovulação, e sinais de hiperandrogenismo – excesso de hormônios masculinizantes amenorréia (falta de menstruação), pele e cabelos oleosos, queda acentuada dos cabelos, excesso de pêlos em várias regiões do corpo inclusive na face, acnes, etc.). Apesar de a etiofisiopatologia (origem e desenvolvimento da doença) exato não estar claro, a síndrome de ovários micropolicísticos pode ser resultado de uma função anormal do eixo hipotálamo-hipófise-ovariano (o eixo hipotálamo-hipófise-ovariano, funcionalmente, envolve neurônios do hipotálamo, estruturas da hipófise e células da unidade folicular ovariana. Uma característica fundamental da síndrome de ovários micropolicísticos é a inadequada secreção de gonadotrofina, que é mais provável um resultado de, ao invés de uma causa de, disfunção ovariana. Stein e Leventhal foram os primeiros a reconhecer uma associação entre a presença de ovários micropolicísticos e sinais de hirsutismo (excesso de pêlos) e amenorréia (por exemplo, oligomenorréia (pouco sangramento menstrual), obesidade . Depois que mulheres diagnosticadas com síndrome de Stein-Leventhal fizeram ressecção em cunha dos ovários, os ciclos menstruais se tornaram regular, e elas foram capazes de engravidar. Como conseqüência, um defeito primário do ovário foi pensado como sendo o principal culpado, e a doença passou a ser conhecida como a doença do ovário micropolicístico. Mais estudos bioquímicos, clínicos e endocrinológicos revelaram uma série de anormalidades subjacentes, portanto, a condição é agora referida como síndrome de ovários micropolicísticos, embora possa ocorrer em mulheres sem cistos ovarianos e a morfologia (forma) ovariana não é mais um requisito essencial para o diagnóstico de síndrome de ovários micropolicísticos. Numa conferência de peritos em 1990, foram propostos os seguintes critérios para o diagnóstico de síndrome de ovários micropolicísticos: oligo ou anovulação (não ovulação) manifestada por oligomenorréia (pouco sangramento menstrual) ou amenorréia (falta de sangramento menstrual); hiperandrogenismo (evidência clínica de excesso de andrógenos – hormônios masculinizantes) ou hiperandrogenemia (evidências bioquímicas de excesso de andrógenos no sangue); exclusão de outras doenças que podem resultar em irregularidade menstrual e hiperandrogenismo. Em 2003, a Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia e a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva recomendaram que pelo menos duas das seguintes características sejam necessárias para o diagnóstico da síndrome de ovários micropolicísticos: oligo ou anovulação  (não ovulação) manifesta como oligomenorréia (pouco sangramento menstrual) ou amenorréia (falta de sangramento menstrual); hiperandrogenismo (evidência clínica de excesso de andrógenos – hormônios masculinizantes) ou hiperandrogenemia (evidências bioquímicas de excesso de andrógenos no sangue); ovários policísticos (conforme definido na ultra-sonografia). Mulheres com síndrome dos ovários micropolicísticos têm anormalidades no metabolismo dos andrógenos - hormônios masculinizantes e estrógenos e no controle da produção de andrógenos - hormônios masculinizantes. Altas concentrações séricas de hormônios androgênicos - hormônios masculinizantes, como a testosterona, androstenediona e sulfato de dehidroepiandrosterona (DHEA-S), podem ser encontrados nestas pacientes. No entanto, a variação individual é considerável, e uma paciente em particular pode ter níveis normais de andrógeno - hormônios masculinizantes. A síndrome de ovários micropolicísticos também está associada com resistência periférica à insulina e hiperinsulinemia e a obesidade amplia o grau das anormalidades anteriores. A resistência à insulina na síndrome de ovários micropolicísticos pode ser secundária a um defeito de um receptor via sinalizadora de insulina e os níveis elevados de insulina podem ter aumentar os efeitos das gonadotrofinas (os dois principais tipos de gonadotrofinas são o hormônio luteinizante (LH) e o hormônio folículo estimulante (FSH) e uma terceira gonadotrofina humana é a gonadotrofina coriônica humana, produzida pela placenta durante a gravidez) sobre a função ovariana. Além disso, a resistência à insulina na síndrome de ovários micropolicísticos tem sido associada com adiponectina, um hormônio secretado pelos adipócitos (células de gordura) que regula o metabolismo lipídico e os níveis de glicose. Mulheres magras e obesas com síndrome de ovários micropolicísticos têm níveis mais baixos de adiponectina do que as mulheres sem síndrome de ovários micropolicísticos.
AUTORES PROSPECTIVOS 

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia-Neuroendocrinologista 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1. As principais características da síndrome de ovários micropolicísticos incluem disfunção menstrual, anovulação, e sinais de hiperandrogenismo – excesso de hormônios masculinizantes amenorreia (falta de menstruação)...
http://crescermais2.blogspot.com
2. Foram propostos os seguintes critérios para o diagnóstico de síndrome de ovários micropolicísticos: oligo ou anovulação (não ovulação) manifestada por oligomenorréia (pouco sangramento menstrual) ou amenorréia (falta de sangramento menstrual); hiperandrogenismo (evidência clínica de excesso de andrógenos – hormônios masculinizantes) ou hiperandrogenemia (evidências bioquímicas de excesso de andrógenos no sangue); exclusão de outras doenças que podem resultar em irregularidade menstrual e hiperandrogenismo... 
http://crescersim.blogspot.com

3. Além disso, a resistência à insulina na síndrome de ovários micropolicísticos tem sido associada com adiponectina, um hormônio secretado pelos adipócitos (células de gordura) que regula o metabolismo lipídico e os níveis de glicose... 
http://deficienciacrescimento.blogspot.com 
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO 
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Prof.Dr. João Santos Caio Jr, endocrinologista,neuroendocrinologista, Dra Henriqueta Verlangieri Caio, endocrinologista,medicina interna-Van Der Häägen Brazil – São Paulo –Brasil, Azziz R, Carmina E, Dewailly D, Diamanti-Kandarakis E, Escobar-Morreale HF, Futterweit W, et al. O excesso de andrógenos e critérios da Sociedade SOP para a síndrome dos ovários policísticos: o relatório da força tarefa completa. Steril Fertil . Fevereiro 2009;. 91 (2) :456-88; Stein I, Leventhal Amenorréia M. associados com ovários bilateralpolycystic. Am J Obstet Gynecol . 1935; 29:181.; Stein IF. Duração da infertilidade após ressecção do ovário cunha. West J Surg . 1964; 72:237.; Toulis KA, Goulis DG, Farmakiotis D, Georgopoulos NA, Katsikis I, Tarlatzis BC, et al. Os níveis de adiponectina em mulheres com síndrome dos ovários policísticos: uma revisão sistemática e uma meta-análise. atualização Hum Reprod . Pode-junho 2009;. 15 (3) :297-307; Dunaif A, X Wu, Lee A, Defeitos Diamanti-Kandarakis E. na sinalização do receptor de insulina in vivo na síndrome dos ovários policísticos (SOP). Am J Physiol Endocrinol Metab . Agosto 2001; 281 (2): E392-9. 
Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11)7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraíso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Sites Clinicas Caio
http://dracaio.site.med.br
http://drcaiojr.site.med.br

Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

SÍNDROME DE OVÁRIO MICROPOLICÍSTICO, SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO (SOP), INDUTOR E ASSOCIADO À SÍNDROME DE RESISTÊNCIA À INSULINA, AUMENTANDO O RISCO DE DIABETES MÉLLITUS TIPO 2,. ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO

PODENDO ACARRETAR TAMBÉM, SOBREPESO, OBESIDADE, OBESIDADE CENTRAL, INTRA-ABDOMINAL OU VISCERAL.. ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO 

Síndrome dos ovários policísticos (SOP) é associada com resistência à insulina e um risco aumentado de desenvolver diabetes mellitus tipo 2. A hiperinsulinemia (aumento da quantidade de insulina) ocorrida, também é possível contribuir para o mecanismo de anovulação (não ovular) na síndrome de ovário micropolicístico bem como na síndrome de ovário policístico ( SOP). Ambos os distúrbios metabólicos e reprodutivos são amplificados no sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal, intra-abdominal, visceral ou central e no tratamento de primeira escolha para mulheres com sobrepeso ou obesas com síndrome de ovário micropolicístico ou policístico (SOP) é a modificação da dieta e do estilo de vida. Até poucos anos atrás, nós achávamos que apenas o fígado era o maior e único fabricante da substância IGF-1 principalmente, entretanto, hoje sabemos através de diversas pesquisas que apesar da importância do fígado na fabricação de IGF-1 (Fator de crescimento de insulina), praticamente, todos os setores importantes de nosso organismo produz sua reserva especial desta substância, que é de extrema importância na fabricação de energia e, por conseguinte gordura, que pode explicar porque algumas áreas podem acumular em situações metabólicas diversas, maior quantidade de gordura, podendo no geral até desencadear a obesidade. No entanto, mudanças na dieta e exercício são, para muitas situações em que pacientes apresentem um aumento da obesidade, sobrepeso, obesidade abdominal, intra-abdominal, visceral, central, não é fácil sustentar que só o exercício, dietas de nutrição e estilo de vida e não parece óbvio que os agentes sensibilizadores de insulina na gestão de ambos os distúrbios reprodutivos e metabólicos, serão solucionados apenas com medidas simplistas. Dos agentes disponíveis que afetam a sensibilidade à insulina,uma substância, tem sido o mais amplamente utilizada, mas  apesar de uma enorme literatura que relatam efeitos benéficos sobre as manifestações sobre a reprodução da utilização através desta substância, causando melhora nas afecções cutâneas e metabólicas da síndrome de ovário policístico (SOP) ou micropolicístico (SOMP), sua eficácia não está provada para todos os indivíduos com intolerância à glicose ou diabetes franco, até porque o ovário é secretor de quantidades de muitos hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, progesterona, etc.), que são comandados por retroalimentação negativa (feedback negativo) no sistema neuroendócrino localizado no sistema nervoso central (SNC). Esta substância tem pelo menos um registro de segurança que garante, considerando-se que tanto a eficácia e a segurança são muito superiores a outros agentes que controlam em parte, a quantidade  aumentada da insulina metabólica, e (hiperinsulinemia) de que outros agentes sensibilizadores de insulina em mulheres em idade reprodutiva, que são substâncias utilizadas como coadjuvantes em tratamentos da fabricação metabólica da quantidade de insulina  (hiperinsulinemia), bem como outras que têm função semelhantes, isto é, análogos de glucagon-like peptide ( são outras substâncias com o mesmo fim ou seja controlar produção de insulina), e apesar de continuar a ser estabelecida, a utilização desta substância para outras doenças importantes onde está envolvida a insulina e seus análogos, na prática tem sido muito favorável sua aplicação terapêutica em doenças relacionadas.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr 
Endocrinologia – Neuroendocrinologia 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologia – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1.
Síndrome dos ovários policísticos (SOP) é associada com resistência à insulina e um risco aumentado de desenvolver diabetes méllitus tipo 2...
http://pesocontrolado.blogspot.com / 

2.
A hiperinsulinemia (aumento da quantidade de insulina) ocorrida, também é possível contribuir para o mecanismo de anovulação (não ovular) na síndrome de ovário micropolicístico bem como na síndrome de ovário policístico ( SOP)... 
http://endocrinologiaclinica.blogspot.com/

3.
 Dos agentes disponíveis que afetam a sensibilidade à insulina, uma substância, tem sido a mais amplamente utilizada, uma enorme literatura que relata os efeitos benéficos sobre as manifestações sobre a reprodução da utilização através desta substância...
 
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra Henriqueta Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna-Van Der Häägen Brazil – São Paulo –Brasil - Mark O. Goodarzi, Daniel A. Dumesic, Gregorio Chazenbalk & Ricardo Azziz Nature Reviews Endocrinology 7, 219-231 (April 2011) | doi:10.1038/nrendo.2010.217.

Contato:

Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: 
drcaio@vanderhaagenbrasil.com 
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com 
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com 

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/ 
http://dracaio.site.med.br/ 

Site Van Der Häägen Brazil
http://www.vanderhaagenbrazil.com.br/
http://www.clinicavanderhaagen.com.br/

Google Maps:

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: AVALIAÇÃO DA PREVALÊNCIA (APARECIMENTO) DA ESTEATO HEPATITE(GORDURA NO FIGADO) NÃO ALCOÓLICA (DOENÇA HEPÁTICA GRAVE)

EM MULHERES COM SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO (SÍNDROME DE OVÁRIO MICROPOLICÍSTICO) – (SOP/SOMP). ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO 

Foi feita uma avaliação da prevalência (quantidade de aparecimento) da esteatohepatite não alcoólica, em mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicísticos) (sop/somp) pelo uso de um teste não invasivo de diagnóstico de esteatohepatite não alcoólica. Neste teste, é detectada a morte de hepatócitos (células do fígado), que ocorrem na esteatohepatite ((aparecimento) da esteato hepatite (gordura no fígado), não alcoólica. Níveis de um fragmento específico, chamado citoqueratina 18 (CK-18,), (marcador no de substancia no fígado), produzido no decorrer da morte de hepatócitos (células do fígado), são medidos por uma enzima específica. Os pesquisadores mediram os níveis de fragmento da citoqueratina 18 (CK-18), produzido no decorrer da morte de hepatócitos (células do fígado) de 192 mulheres já tratadas de síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicísticos) (sop/somp) e compararam com 73 mulheres saudáveis. Também foram dosados fatores metabólicos e níveis de alanina(aminoácido)e enzima especifico) aminotransferase e aspartato aminotransferase. As mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicísticos) (sop/somp) apresentaram 5 vezes mais lesão hepática (no fígado), (avaliada pelos níveis de alanina aminotransferase e aspartato aminotransferase(substancia marcadoras no fígado) do que em mulheres sem síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicísticos) (sop/somp). Além disto, após o ajuste para o índice de massa corporal (IMC), os níveis de fragmento de citoqueratina 18 (CK-18)(marcador de funções no fígado) produzido no decorrer da morte de hepatócitos (células do fígado), foram extremamente elevados, indicativo de morte elevada de hepatócitos (células hepáticas) em mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicísticos) (SOP/SOMP) em se comparando com mulheres saudáveis Entre as mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicísticos) (SOP/SOMP) apenas a hiperinsulinemia (medida pela curva de resposta à insulina) foi um preditor independente do nível de fragmento de citoqueratina 18 (CK-18) produzido no decorrer da morte de hepatócitos (células do fígado). Os pesquisadores mostraram a importância do papel da resistência à insulina na patogênese (formação da doença) da esteatohepatite(gordura no fígado)(associada a sofrimento das células do fígado) não alcoólica, implícita neste resultado.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologista – Neuroendocrinologista 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V.Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1.
 Devemos nos lembrar de que o fígado é uma víscera e que seus comprometimentos acarretam um efeito dominó em outros órgãos...
http://gorduravisceral.wordpress.com/wp-admin/

2.  O fígado é um órgão de extrema importância, sem o qual a vida não é compatível...
http://abdominalobesidade.wordpress.com/wp-admin/

3.
 A esteatose ou fígado gordo, é um comprometimento orgânico e metabólico dos mais difíceis de se reverter...
http://obesolow.wordpress.com/wp-admin/ 

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. 


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Dr. João Santos Caio Jr, Diretor Cientifico et Dra. Henriqueta Verlangieri Caio, Diretora Clinica - Van Der Häägen Brazil, São Paulo - Brasil,Tan, S. et al. Marcadores apoptóticos indicar esteatohepatite não-alcoólica na síndrome dos ovários policísticos. J. Clin. Endocrinol. Metab. 95, 343-348 (2009)Carol WilsonJournal of Clinical Endocrinology and Metabolism.,Nature Reviews Endocrinologia 6, 122 (Março 2010) | doi: 10.1038/nrendo.2009.284, Ali Canbay: pesquisador da Universidade de Duisburg-Essen, Alemanha
  
Contato:
Fones:
55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel:
55(11) 7717-1257        
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com


Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

ALTO RISCO DE DOENÇA HEPÁTICA (FIGADO) EM MULHERES COM SÍNDROME DE OVÁRIO POLICÍSTICO (SÍNDROME DE OVÁRIO MICROPOLICÍSTICO) – (SOP/SOMP). ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO

Uma em cada 4 mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicístico) (SOP/SOMP) pode apresentar a forma mais grave de uma doença hepática( FIGADO) não alcoólica, a esteatohepatite. Além disto, a medição dos níveis de enzimas do fígado pode falhar para detectar danos no fígado, uma vez que está associada à resistência à insulina e à síndrome metabólica (hipertensão arterial,diabetes tipo 2,alterações do colesterol total,mal colesterol(LHL-colesterol,(HDL-bom colesterol moléstias cardiovasculares, é o pêso, obesidade, sobrepeso,obesidade com gordura intra abdominal, obesidade visceral, obesidade central, gordura subcutânea e até a pouca quantidade de gordura marrom que possuímos, que não engorda (muito energética, que faz perder peso Por ser mais eficiente na transformação em energia, que gordura branca comum)  entre outras, tipo mais comum de doença hepática(fígado). A resistência à insulina é uma característica fundamental da síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicístico) (SOP/SOMP) e, como conseqüência as mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicístico) (SOP/SOMP) têm um risco aumentado da forma mais grave de doença hepática não alcoólica. Apesar da forma mais grave de doença hepática(fígado) não alcoólica não necessariamente afetar a função hepática, a progressão da esteatohepatite não alcoólica aumenta significativamente o risco de cirrose. Sua prevalência entre as mulheres com síndrome de ovário policístico (síndrome de ovário micropolicístico) (SOP/SOMP) é difícil determinar, porque a biópsia do fígado é um procedimento invasivo mas é a única maneira definitiva, de distinguir a forma mais grave de doença hepática não alcoólica de outras formas de doença hepática, apesar de níveis persistentemente elevados de enzimas hepáticas, como a alanina aminotransferase e aspartato aminotransferase podem ser usados para indicar os danos do hepatócito (célula do fígado) e a necessidade de se fazer biópsia hepática(fígado).


AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1. A síndrome dos ovários micropolicísticos (SOMP) é descrita como uma desordem ovariana, cujos principais marcadores são a anovulação (falta de ovulação) e o hiperandrogenismo (excesso de hormônios masculinizantes)...
 
http://acnecia.blogspot.com/
 

2. A obesidade está presente em aproximadamente metade das mulheres com síndrome dos ovários micropolicísticos (SOMP)...
http://nutricaocontrolada.blogspot.com/
 

3. Mulheres com síndrome dos ovários micropolicísticos (SOMP) obesas têm um maior risco para doença cardiovascular (DCV)...
 
http://obesidadedescontrolada1.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Prof. Dr. João Santos Caio Jr, endocrinologista,neuroendocrinologista, Dra Henriqueta Verlangieri Caio, endocrinologista,medicina interna-Van Der Häägen Brazil – São Paulo –Brasil, Yildiz BO, Haznedaroglu IC, Kirazli S, Bayraktar M. Global fibrinolytic capacity is decreased in polycystic ovary syndrome, suggesting a prothrombotic state. J Clin Endocrinol Metab. 2002;87(8):3871-5. Grundy SM, Cleeman JI, Daniels SR, Donato KA, Eckel RH, Franklin BA, et al. Diagnosis and management of the metabolic syndrome. An American Heart Association/National Heart, Lung, and Blood Institute Scientific Statement. Executive summary. Cardiol Rev. 2005;13(6):322-7. Fernhall B, Agiovlasitis S. Arterial function in youth: window into cardiovascular risk. J Appl Physiol. 2008;105(1):325-33. Safar ME, London GM. Therapeutic studies and arterial stiffness in hypertension: recommendations of the European Society of Hypertension. The Clinical Committee of Arterial Structure and Function. Working Group on Vascular Structure and Function of the European Society of Hypertension. J Hypertens. 2000;18(11):1527-35. Bots ML, Grobbee DE, Hofman A, Witteman JC. Common carotid intimo-media thickness and risk of acute myocardial infarction: the role of lumen diameter. Stroke. 2005;36(4):762-7.

Contato:
Fones:
 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel:
 55(11) 7717-1257       
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
 
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
 
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
 

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17